Mais de 30 mil marmitas já foram distribuídas com a ajuda de voluntários incentivados por empresário de Foz

As marmitas estão sendo entregues em vários pontos da cidade. (Foto: Gentileza)

O trabalho começou no dia 14 de abril e continua.

Logo após o início da pandemia, ao ver o hotel fechado, o empresário e a família dele resolveram utilizar a estrutura da cozinha para preparar alimentos para famílias pobres. Na cozinha, colaboradores do hotel e voluntários montam as marmitas que são entregues com a ajuda de mais voluntários. Um veículo do hotel também é usado no transporte de parte dos alimentos.

No financeiro, um colaborador prepara as planilhas de controle e de prestação de contas. E muita, mas muita gente colabora doando alimentos, roupas ou ainda quantias em dinheiro. O resultado é uma rede de solidariedade que além de ajudar quem precisa, demonstra a preocupação e a vontade de quem pode colaborar.

Colaboradores e voluntários montaram uma linha de produção na cozinha do Hotel. (Foto: Gentileza)

Prestando contas

Diariamente são enviadas planilhas para os colaboradores, informando quanto foi arrecadado, quanto foi produzido e quantas pessoas foram beneficiadas.

Até às 17h:00 de sexta-feira (15), foram contabilizados:

– R$ 76.806,98 doados e R$ 71.800,98 já creditados na conta corrente da campanha “Marmita Solidária”.

– Em gêneros alimentícios, já foram arrecadados mais de 8.726 quilos de alimentos, 20 cestas básicas, óleo, água mineral, ovos e outros alimentos, além de roupas usadas, calçados, fraldas, cobertores e até um berço.

– No total, até a sexta-feira, já foram entregues 29.908 marmitas.

Só na sexta-feira (15) foram distribuídos 1.009 marmitex. O cardápio servido no dia incluiu arroz, feijão e carne moída com couve e pão. Neste sábado (16) foram preparadas mais 1.000 marmitas. No cardápio, risoto de frango e pão.

Cerca de 1.000 marmitas vem sendo preparadas diariamente. (Foto: Gentileza)

Pontos de distribuição

– As marmitas preparadas na cozinha do Hotel já foram levadas para moradores da invasão do Bubas, da favela da Sadia, Vila C, Jardim São Paulo, Cidade Nova, Vila São Sebastião e também para famílias cadastradas e para pessoas que ficam em alguns cruzamentos da cidade.

Como ajudar

Quem quiser ajudar pode doar alimentos na portaria de serviço do Hotel Foz do Iguaçu, que fica na travessa Arinos (Almirante Barroso entre Rebouças e República Argentina), no centro de Foz. Para mais informações ou para colaborações em dinheiro, o telefone para contato é o +55 (45) 9 8407-4455.

O resultado desse trabalho só é possível com a união de forças. (Foto: Gentileza)

Agradecimento

Em agradecimento, o empresário responsável pela iniciativa, compartilhou a seguinte nota na sexta-feira (15):

“Gostaria de fazer aqui um depoimento que julgo ser bastante justo e oportuno: Hoje, completamos trinta dias desde que iniciamos o projeto “Marmita Solidária” em Foz do Iguaçu. Uma ação despretensiosa na entrega de comida a alguns necessitados que, em poucos dias, transformou-se numa cadeia de generosidade com entrega diária de aproximadamente 1.000 marmitas (quase 30.000 desde 14 de abril).

Amigos, pessoas anônimas, associações, empresas e outros hotéis como o Continental-inn, Mabu e o Manacá foram se incorporando à ideia de socorrer os desamparados que de repente se multiplicaram em nossa cidade.

Nesse momento tão conturbado que atravessamos, a demonstração de solidariedade tem sido comovente. Além da excepcional quantidade de gêneros alimentícios recebidos, temos que ressaltar o apoio na preparação da comida. Somaram-se aos colaboradores da empresa, voluntários brasileiros, e até irmãos cubanos e haitianos que, beneficiados com a alimentação, insistem em ajudar no trabalho, retribuindo assim, um pouquinho do carinho recebido. Na logística, amigos voluntários que com seus próprios veículos, realizam diariamente as entregas de marmitas em todos os lugares onde esperam nossa ajuda.

Também surpreendente foi que além do apoio incondicional do iguaçuense, começamos a receber doações de inúmeras cidades como Curitiba, São Paulo, Brasília, São José do Rio Preto, Conselheiro Lafayette e até de outros países como EUA, Portugal, Italia e Paraguay.

De nossos vizinhos, a solidariedade tem sido constante: Em Ciudad Del Este, empresários brasileiros que lá residem, diariamente acompanham e apoiam a iniciativa. Em Medianeira, nossa cidade vizinha, amigos e empresas tradicionais como NINFA (que doou macarrão) e FRIMESA (com doações de embutidos) vieram em nosso auxílio.

Meus amigos, essa solidariedade tem sido realmente muito contagiante e tem movido e inspirado todos os envolvidos nessa maravilhosa cruzada. Temos certeza de que juntos passaremos por essa catastrófica pandemia e de alguma maneira, alguns valores e objetivos serão transformados na vida de todos nós. Também sairemos com a enorme satisfação de ter ajudado um pouquinho os nossos semelhantes.

MUITO OBRIGADO.”

Cris Loose (o nome do empresário não foi divulgado a pedido)

Publicado por Cris Loose

Sou jornalista formada pela Universidade Estadual de Londrina, com especialização em Comunicação e Marketing e com experiência em TV, rádio, impresso e assessoria. Aprendiz de jornalismo no mundo digital e apaixonada por informação.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: