Polícia Rodoviária Federal apreende 28 toneladas de maconha em MS

(Foto: PRF/Reprodução/Twitter)

Esta é a maior apreensão de maconha já realizada pela instituição.

De acordo com a PRF, em postagem no Twitter, foram apreendidas, na tarde desta quarta-feira (20), 28 toneladas de maconha, na região de Iguatemi, em Mato Grosso do Sul.

A apreensão é resultado de uma ação integrada entre a PRF e PF. O recorde anterior era de 24 toneladas, no Paraná.

(Foto: Divulgação)

A abordagem (*)

O caminhão com placas de Pelotas (RS) foi abordado na MS-295, entre os municípios de Iguatemi e Tacuru na fronteira com o Paraguai, de onde saiu a maconha. De imediato os policiais eles desconfiaram do nervosismo do motorista, de 38 anos.

A carreta estava carregada com milho a granel e em meio à carga foram encontrados centenas de fardos de maconha que pesaram 28 toneladas e 20 quilos, a maior apreensão individual da história policial brasileira.

Somente seis toneladas de milho foram retiradas da carreta que deveria transportar 40 toneladas de grãos. O motorista foi preso e informou que já teria pego o caminhão carregado e levaria a carga para São Leopoldo/RS.

(* Atualizado em 21/05 às 10:20)

Com informações da Agência PRF e do site https://www.pontaporanews.com.br/

Publicado por Cris Loose

Sou jornalista formada pela Universidade Estadual de Londrina, com especialização em Comunicação e Marketing e com experiência em TV, rádio, impresso e assessoria. Aprendiz de jornalismo no mundo digital e apaixonada por informação.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: