Com mais de 326 mil hectares em MS, Sistema de Unidades de Conservação completa 20 anos celebrando a diversidade biológica

Gruta do Lago Azul, um dos cartões-postais de Bonito, é uma das Unidades de Conservação de Mato Grosso do Sul. (Foto: Divulgação/Prefeitura de Bonito)

Em comemoração, a WWF-Brasil lança um pacote informativo que explica, de forma didática e ilustrativa, a importância da preservação dessas áreas e os principais riscos enfrentados pelos biomas brasileiros.

O Sistema Nacional de Unidades de Conservação (SNUC) completou 20 anos neste sábado (18). São 31 unidades preservadas em Mato Grosso do Sul, entre Parques Nacionais, Parques e Monumentos Naturais Estaduais, além de Parques, Monumentos Naturais, Estação Ecológica, Refúgios de Vida Silvestre e Reserva Biológica Municipais, totalizando mais de 326 mil hectares de área conservada.

A ideia para a criação e manutenção das SNUCs é manter unidades de conservação e demais áreas protegidas, como principal ferramenta de conservação da diversidade biológica, além de gerir para a preservação da fauna e flora nesses locais.

Em comemoração a este marco histórico, a WWF-Brasil está lançando um pacote informativo que explica, de forma didática e ilustrativa, a importância da preservação dessas áreas e os principais riscos enfrentados pelos biomas brasileiros.

O pacote inclui cinco brochuras que explicam quanto o Brasil tem em áreas protegidas, qual o seu valor econômico para o país, quanto valem em saúde e bem-estar, como geri-las e o que as ameaça. Para completar livro, um infográfico explica o conjunto de ações para a redução, recategorização e extinção de unidades de conservação.

Entre as informações contidas nas brochuras estão, por exemplo, a de que cerca de 44% da capacidade de produção de hidroeletricidade em operação no Brasil está sob a influência de unidades de conservação. O valor total do benefício gerado por recursos hídricos influenciados pela presença de unidades de conservação foi estimado em R$ 59,8 bilhões anuais, distribuídos em termos de proteção de rios para geração hidrelétrica, usos consuntivos e erosão evitada.

Todo o conteúdo será disponibilizado para download no site da organização.

Leia mais: https://g1.globo.com/ms/mato-grosso-do-sul/noticia/2020/07/18/com-mais-de-326-mil-hectares-em-ms-sistema-de-unidades-de-conservacao-completa-20-anos-celebrando-a-diversidade-biologica.ghtml

Publicado por Cris Loose

Sou jornalista formada pela Universidade Estadual de Londrina, com especialização em Comunicação e Marketing e com experiência em TV, rádio, impresso e assessoria. Aprendiz de jornalismo no mundo digital e apaixonada por informação.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: